MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964
Avião voa sobre a orla carioca em 31/03/2014, ostentando faixa com os seguintes dizeres: "PARABÉNS MILITARES - 31/MARÇO/64 - GRAÇAS A VOCÊS O BRASIL NÃO É CUBA". Clique na imagem acima para acessar MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964 - uma seleção de artigos sobre o tema.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Vamos jogar limpo com o Brasil

O importante não é estar à direita ou à esquerda - o importante é ser realista (Roberto Campos).

Vamos jogar limpo com o Brasil

Ricardo Bergamini

O que assistíamos no governo do PT enaltecendo os ativos e escondendo os passivos, agora assistimos a mesma táctica com os simpatizantes do grupo que está no poder. E o Brasil que se exploda. Cabe lembra que a paixão mobiliza, mas somente a razão constrói, como dizia o mestre Roberto Campos. 

Desculpem-me, mas me nego a abandonar a razão.

É lamentável a tentativa de alguns admiradores do presidente de plantão atual para provar que tudo está melhor, senão vejamos:

1 – Afirmam que a taxa de desemprego melhorou (falso) – se manteve estável com carteira de trabalho assinada e aumentou no contingente sem carteira de trabalho assinada, conforme abaixo:
- O contingente de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada (exclusive trabalhadores domésticos), estimado em 33,3 milhões de pessoas, ficou estável frente ao trimestre anterior (janeiro a março de 2017). No confronto com o trimestre de abril a junho de 2016 houve queda de 3,2% (menos 1,1 milhão de pessoas).
- O número de empregados sem carteira de trabalho assinada (10,6 milhões de pessoas) cresceu 4,3% no trimestre (mais 442 mil pessoas) e subiu 5,4% (mais 540 mil pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2016.

2 – Afirmam que a taxa de desemprego melhorou saindo de 13,7% no primeiro trimestre de 2017 para 13,0% no segundo trimestre de 2017 – (falso), visto ter crescido 16,07%, no período do governo atual, conforme abaixo. 
- A taxa de desemprego medida pela PNAD contínua era de 11,3% no trimestre encerrado em junho de 2016 e foi de 13,0% no trimestre encerrado em junho de 2017. Crescimento de 16,07% no período.

Além do acima colocado não mencionam as variações catastróficas ocorridas no governo atual, conforme abaixo:

- Aumento do ganho real dos investidores de 33,80%.
- Até junho de 2017 se contingenciou R$ 61,0 bilhões para tentar atingir o déficit fiscal primário previsto de R$ 139,0 bilhões.
- A situação é tão dramática que já estão pensando em não conceder os irresponsáveis aumentos salariais futuros dos servidores públicos autorizados no início do mandato, mas que será impossível para um presidente com 5% de aprovação, e com isso o Brasil definitivamente explode.
Crescimento real da dívida liquida da União em relação ao PIB de 19,62%.
- Crescimento real da dívida em poder do Banco Central (emissão de dinheiro falso) em relação ao PIB de 22,03%.
- No acumulado em doze meses até junho de 2016, registrou-se deficit primário de R$ 151,2 bilhões (2,51% do PIB). No acumulado em doze meses até junho de 2017, registrou-se deficit primário de R$ 167,2 bilhões (2,62% do PIB). Aumento de déficit primário de 4,38% em relação ao PIB.
- Em doze meses até junho de 2016, os juros nominais totalizaram R$ 449,2 bilhões (7,45% do PIB). Em doze meses até junho 2017, os juros nominais alcançaram R$ 440,3 bilhões (6,89% do PIB). Redução dos gastos com juros de 7,52% em relação ao PIB.
- Em doze meses até junho de 2016, o deficit nominal alcançou R$ 600,4 bilhões (9,96% do PIB). Em doze meses até junho de 2017, o déficit nominal alcançou R$ 607,5 bilhões (9,50% do PIB). Redução de 4,62% em relação ao PIB. Nesse ritmo esse governo precisaria de 21,64 anos para controlar o déficit atual. 

Aguardem.

Essa foi a conquista do “salvador da pátria”.

O mais triste é que todas essas informações são divulgadas pelo governo de plantão, mas cada um manipula da forma que deseja para enganar, pouco preocupado com o Brasil que vai explodir muito em breve. Uma  vergonha.

Ricardo Bergamini
(48) 99636-7322
(48) 99976-6974